Visite Montevideo ou Punta del Leste e aprecie a incrível gastronomia uruguaia

As cidades uruguaias não encantam apenas pelos cartões postais, a gentileza do uruguaio é marcante e deixa sempre boas lembranças em quem visita. Um lugar para os Brasileiros se sentirem em casa. Aproveite a sensacional carne uruguaia acompanhada de um Tannat, o vinho cuja produção é tão pequena que quase não se exporta.

  Montevideo

Em Montevideo todos os públicos se encontram! No teatro, no bar, na feira, no shopping, seja  para reclamar – atividade na qual os orientais (como se chamam os uruguaios), com um humor ácido e sarcástico, são craques -, seja para curtir a cidade onde moram. O melhor cenário para encontrá-los, chimarrão à mão, e se misturar a eles, é a rambla, a avenida de 22 quilômetros que liga o porto ao bairro de Carrasco. Ela margeia o Rio da Prata, que àquela altura tem largura de mar e cor de rio. Mas dá praia, de águas limpas e areia fina, como na altura dos bairros de Pocitos e Punta Carretas, onde há também barzinhos e restaurantes, abertos dia e noite. A rambla, aliás, é excelente ponto de referência na cidade. Perdido? Procure o mar (ops, o rio) no horizonte e desça. Você vai querer é ficar por ali mesmo.

A noite em Montevideo

Punta del Leste

Punta del Este é a queridinha dos descolados da América do Sul. Mas não somente. Há quem aposte no lugar como um substituto digno de balneários sofisticados do Mediterrâneo. Durante a alta temporada entra em ebulição: uma população de cerca de 10 mil habitantes se acostuma, feliz, ao movimento de 300 mil pessoas indo e vindo, dia e noite, entre baladas e sonecas despretensiosas na areia. Com a maior segurança do mundo. Lá, é possível mostrar a riqueza sem medo. E por este motivo, é a favorita dos que gostam mesmo de aparecer. Mas não é preciso ser milionário para desfrutar de uma boa temporada por ali. Afinal de contas, justiça seja feita: ela não é tão cara assim. Cabe no bolso de um pobre mortal, mas garante o brilho, como se todos ali fossem, pelo menos por um dia, cheios da grana. E o melhor: a duas horas de avião de São Paulo.

Você sabia?

O candombe, ritmo afro-uruguaio, é como um mix de percussão africana com sonoridades ibéricas. Em Montevideo, pode-se ouvir este som em botecos como o tradicional Fun Fun Bar, na Cidade Velha, ou no Carnaval, tocado e dançado nas ruas e parques. Quem disse que os uruguaios não são bons de batuque?

 

Candombe uruguaio

Entre em contato com nossos agente e veja como visitar estas belas cidades: 

Matriz Mangabeiras: Av. Bandeirantes, 1448

Unidade Funcionários: Av. Afonso Pena, 3.447

Tel: (31) 3244 5000

Email: acta@actaturismo.com.br

http://www.actaturismo.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *