10 destinos quase desabitados, ideais para quem busca sossego

Cada vez mais carros, mais gente, mais barulho, mais agito. As grandes capitais vão ficando lotadas e apertadas. Cingapura, por exemplo, tem uma densidade de população de mais de 7 mil habitantes por quilômetro quadrado. Mas nem tudo é igual: há regiões quase desabitadas e países com menos de 1 habitante por quilômetro quadrado – vinte vezes menos que o Brasil! Esqueça muvuca e agito. Quer tempo e espaço para reflexão? Garanta a paz que busca num dos dez destinos mais desabitados do planeta.

Groenlândia
Com mais de 2 milhões de quilômetros quadrados, a Groenlândia tem uma população de apenas 60 mil habitantes, com média de cerca de 0,03 habitantes por quilômetro quadrado. E não surpreende: 85% desta ilha do Atlântico norte, que pertence à Dinamarca, está coberto por uma grossa capa de gelo. A capital da Groenlândia, Nuuk, fica no sudoeste da ilha, e é um ponto de partida frequente para excursões neste território imenso e selvagem com paisagens impressionantes, geleiras, fiordes e ursos polares.

Groelândia


Ilhas Malvinas
Território conhecido por ter sido palco de uma guerra entre a Inglaterra e a Argentina, as Ilhas Malvinas têm uma população de 2,4 mil pessoas e 700 mil ovelhas. Com 12 174 de quilômetros quadrados, a densidade de habitantes das ilhas é de 0,25 por quilômetro – para humanos, porque é de 57 por quilômetros para as ovelhas. As Malvinas estão compostas por duas ilhas principais e mais de 750 ilhotas. Port Stanley, na ilha ocidental, tem dois terços da população e é a capital e principal ponto de acesso ao arquipélago. Visitantes nestas ilhas remotas podem avistar cinco espécies diferentes de pinguins, além de focas e baleias.

Ilhas Malvinas

Mongólia
Maior que os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro juntos, com uma superfície de mais de 1,5 milhões de quilômetros quadrados, a Mongólia tem menos de 3 milhões de habitantes e 1, 7 habitantes por quilômetro quadrado. Um terço deles vivem na capital, Ulan Bator, outro terço é nômade e o resto vive em pequenas cidades espalhadas pelo país. A Mongólia tem belas paisagens montanhosas, mas é conhecida principalmente pelo imenso deserto de Gobi, que cobre boa parte do sul do território.

 

Mongólia

Saara Ocidental
O Saara Ocidental é uma antiga colônia espanhola, deixada em 1975 pelos espanhóis e invadida pela Mauritânia pelo sul e por Marrocos pelo norte. Hoje, o território luta por sua independência e já foi reconhecido por mais de 50 países, mas não pelas Nações Unidas. Com uma população de cerca de meio milhão de habitantes, o Saara Ocidental tem uma densidade de 1,9 habitantes por quilômetro quadrado e tem como principal cidade de El Aaiuún, no norte.

Guiana Francesa
Ao norte do Amapá, a Guiana Francesa é um território ultramarino da França, coberto em sua maioria por selva tropical. Com pouco mais de 200 mil habitantes, metade vivendo na capital, Caiena, a Guiana francesa tem uma média de 2,7 habitantes por quilômetro quadrado em sua superfície de 83 mil quilômetros quadrados. O litoral da Guiana Francesa é conhecido pela sua Ilha do Diabo, onde ficava uma das mais famosas prisões francesas, e por ser o local de lançamento de foguetes e satélites europeus e franceses.

Namíbia
Antiga colônia alemã, a Namíbia é um território de mais de 800 mil quilômetros quadrados, coberto em grande parte por desertos, como o deserto do Namibe e o deserto do Kalahari. A população do país é de 2,1 milhões de habitantes, em uma média de 2,5 habitantes por quilômetro quadrado. Turistas visitam o país para se aventurar por suas grandes dunas e fazer safaris em busca de leões, leopardos e guepardos.

Austrália
Pouco menor que o Brasil, com cerca de 7, 7 milhões de quilômetros quadrados, a Austrália tem uma população de 22 milhões de habitantes, equivalente à das quatro cidades brasileiras mais populosas (São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Brasília). Grande parte do país, que tem uma densidade de 2,6 habitantes por quilômetro quadrado, está ocupada por desertos, e a maioria dos habitantes mora em grandes cidades como Sydney, Melbourne e Brisbane.

Australia

Islândia
A Islândia é um país afastado do continente europeu, com maravilhas naturais como vulcões, gêiseres e geleiras. Com 311 mil habitantes e 103 mil quilômetros quadrados a ilha tem uma densidade de 3, 01 habitantes por quilômetro quadrado, e mais da metade vivem na capital, Reykjavik. Desde Londres, voos para a Islândia demoram 2h40.

Suriname
O Suriname é uma antiga colônia holandesa que fica ao norte do Brasil e que é povoada por cerca de meio milhão de pessoas. Quase todos moram no litoral do país, já que cerca de 80% do território é coberto por floresta amazônica, habitada por todo tipo de animais como papagaios, tucanos e macacos. Com uma superfície de 160 mil quilômetros quadrados, o Suriname tem uma média de 3,04 habitantes por quilômetro quadrado. Os poucos turistas que visitam o país buscam aventuras na floresta e diversão nas praias do norte.

Mauritânia
No noroeste da África, a Mauritânia é um país coberto em grande parte pelas dunas de areia do deserto do Saara. O país tem uma população de pouco mais de três milhões de habitantes e um terço deles vivem na capital, Nouakchott. Além de deserto, a Mauritânia tem belas praias espalhadas pelos 700 quilômetros de seu litoral. O país tem uma densidade de 3,3 habitantes por quilômetro quadrado.

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *